Como prevenir o estresse

Como prevenir o estresse

Mente esperta:
Todo ser humano nasce com cerca de 100 bilhões de neurônios e não ganha mais nenhum ao longo da vida. A melhor forma de tornar a mente mais esperta é exercitá-los:
1. Cada nova descoberta é transformada pelo cérebro em descarga elétrica e transmitida neurônio a neurônio até ser armazenada.
2. Exercícios como os passatempos incentivam o cérebro a fazer essas novas ligações, as chamadas sinapses, entre as células nervosas.
3. Com os caminhos de informações ativos, é mais fácil e rápido fazer associações e cruzar os dados armazenados na mente.
4. Esse tipo de exercício estimula a criatividade, favorece a memória, retarda o envelhecimento e contribui para a inteligência.

Compartilhe no:
  • Orkut

Como combater o stress

Como combater o stress

Especialistas também afirmam que os passatempos têm função importante no desenvolvimento dos laços familiares. Para Yara Groltera, do Centro de Inteligência da Criança Bureau Kids, descobertas feitas em conjunto fortalecem os vínculos e aumentam a parceria entre pais e filhos. “É muito bom ter nos pais pessoas que ajudam a facilitar e organizar seus pensamentos”, diz Groltera. Além disso, as relações de poder cedem lugar a uma parceria. “Todas estas formas de desenvolvimento — social, afetivo e cognitivo — são importantes para o repertório na infância”, atesta Edda Bontempo, psicóloga e integrante do conselho consultivo da Fundação Abrinq. “Relaxada, a criança tem mais facilidade de se expressar”, diz Edda.
“Os passatempos também favorecem a inteligência”, alerta o psicólogo especialista em criatividade e inteligência Luiz Machado. Logo, quando menos se espera, o que era para ser apenas diversão pode deixar a pessoa muito mais ágil e alenta.

Compartilhe no:
  • Orkut

Como combater o estresse

Como combater o estresse

O spa da mente.
Especialistas comprovam: fazer passatempos é uma ótima maneira para se combater o estresse.
E las nunca saíram de moda. O que mudou foi a forma pela qual se passou a enxergá-las. O que era apenas diversão ganhou respeitabilidade científica. Jogos como Palavras Cruzadas e Sudoku, que no Brasil têm por sinô- nimo as revistas Coquetel, já são utilizados por empresas e escolas e até em consultórios médicos.
Investir nos passatempos, aprender algo novo ou iniciar uma atividade traz muitos benefícios. “Essas atividades desenvolvem partes do cérebro que não estamos acostumados a trabalhar e protegem a mente”, afirma Paulo Bertolueci, chefe do setor de neurologia do comportamento da Escola Paulista de Medicina, da Unifesp. Além de beneficiarem a memória, os jogos favorecem o raciocínio, a concentração e a capacidade de associai” idéias, podendo até recriar as conexões do cérebro. Mas o quanto antes começar, melhor.

Compartilhe no:
  • Orkut